segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Águas Profundas


Eu fui chegando assim, devagarinho
Com medo de falhar
Não encontrar um porto
e me perder neste mar

Por entre sonhos meus
Fui aprendendo a procurar

Nadar em águas profundas

Sem receio de me olhar...


Luciano Martini

6 comentários:

Alê disse...

Que leve!


Descobrindo pouco a pouco, vencendo os medos da gente mesmo,


bjkas

Tatiana Moreira disse...

Lindo e profundo poema Luciano!
É preciso coragem para mergulhar em nosso sentir!
Um abraço carinhoso

Ana Maria disse...

Lindo isso...

Canteiro Pessoal disse...

Luciano, tanto escrito como imagem magníficas.

Abraços

Priscila Cáliga

dinha'' disse...

Bem, eu tenho temido mudar, Porque eu construí minha vida ao seu redor, Mas o tempo traz coragem; crianças envelhecem, Estou envelhecendo também.(sinopse do meu blog)
Acessa o meu blog?
"Crianças Envelhecem"

http://criancasenvelhecem.blogspot.com/

Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
Atenciosamente Dinha".

May Santos disse...

LIndo poema!
A gente fica até sem palavras.. rsrs
Adorei o blog!
Sempre que puder, voltarei!
Bjkas!