terça-feira, 21 de junho de 2011

Saudade de quem se foi...


Eu devia ter perguntado como seria a vida depois de ti,

mas, tive medo da resposta.

Pois, lá no fundo eu já sabia...

Eu sabia que o céu nunca mais teria o mesmo azul,

que os pássaros de tão chateados não cantariam como antes,

que o arco-íris perderia uma cor,

e que meu sorriso ficaria marcado.

Sabia que sentiria falta do teu abraço

que a tua ausência estaria sempre presente

e que carregaria comigo a esperança

de um dia te reencontrar.



Luciano Martini

9 comentários:

kmfl disse...

...

Karla Morgana

Alê disse...

Essas esperanças foram por muito tempo, o movimento dos meus dias,

Agora calmaria,


De cara: me encantei com esse texto,


Um beijo!

Ci_zinha disse...

Primeiramente obrigada pelas palavras em meu blog. Agora te seguindo e encantada com as postagens...
Especialmente esse em que a AUSENCIA se faz PRESENTE e que ainda assim existe a ESPERANÇA de um reencontro.

Você é mesmo um poeta e eu vou levar alguma coisa daqui pro meu blog, devidamente creditado...PODE??

Bjooo e parabéns

Luciano Martini disse...

Claro que Pode. Será uma honra para mim.

Tânia Camargo disse...

Olá Luciano,
Vim retribuir sua visita em meu cantinho... E encantei-me!
Muito lindo seu blog. Seus escritos são maravilhosos...
Parabéns e muitaaaa inspiração em seu coração!

Voltarei sempre que possível para apreciar um pouco mais de sua arte.

Bjs e uma maravilhosa semana,
Tânia Camargo

Tatiana Moreira disse...

Luciano... é realmente assim que nos sentimos ao ficarmos longe da presença física de quem amamos.
A saudade bateu forte em meu coração!
Tenha uma ótima semana!
Beijos com o meu carinho

Iris disse...

Momento de estar só e chorar as perdas perdidas...

Parabéns pela poesia

Iris M

morgana disse...

tanto tempo sem te visitar, e que surpresa a minha, você se supera a cada dia, adorei saudades de quem se foi

Familia Castilhos disse...

lindo poema...sim, saudades, muitas saudades...sinto as vezes a dor da ausência em meu peito...
abraço mano:-)