segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Portas...


Portas...
ou seriam apenas metáforas
deixando escapulir murmúrios,
encerrando passados,
ouvindo-se passos.
O sentido de abrir-se e fechar-se,
de parecer fechada sem estar,
frestas onde a luz se insinua,
sombras, movimento,
segredo.

Portas...
lugares que não nos são permitidos,
mistérios e enredos,
testemunhas de dias.
Lugares de decisão,
discernimento, direção.
Potenciais de futuro
trancas e ferrolhos,
dobradiças que rangem
que convidam, assombram,
metáforas,

ou seriam apenas portas...

Luciano Martini

2 comentários:

NewJerseyJesus disse...

I have no idea what your blog is about but man, you sure have some fantastic photos!

Danusa disse...

Amado! Tremendo, a montagem do quadro das portas ficou ótima!
Conforme eu ia lendo ficava imaginando as portas.... abrindo, fechando.... Muito legal!!!
Teus versos são Lindos!!! Até me emocionei!

E me lembrei, neste momento, que algum dia, comentastes, que de vez enquando, vais caminhar na Rua da Praia, e apenas sorri pra pessoas, lembra disso que dissestes??? Quando ando pela Andradas, sempre me lembro de voce!!! Todos apressados, se cuidando...., vivendo suas vidas.... e dá pra imaginar que alguém como voce tão especial, esta ali, orando, intercedendo e espalhando teu sorriso????? E sendo benção sem que ningém perceba????
Pastor amado és muito especial!!!