terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Então é Natal


Época de festa e de luz
De coloridos e singelos gestos
De renovar esperanças
De alma leve e serena
De pequenos atos de gentileza

E pensar que poderíamos ser sempre assim...



Luciano Martini

4 comentários:

Mila Lopes disse...

Olá Luciano!

Realmente, deveriamos viver assim...

Bela reflexão!

Bjs

Mila

Aleatoriamente disse...

Então é natal...
No abraço fraterno.
Na simplicidade dos gestos.
Na doação de carinho.
Então é natal...
O amor ganha cor.
Nas lojas tão cheias, nas decorações
Então é natal?
Onde ele está?
Só vejo nos atos orgulho, frieza.
Cadê o natal?
Deixa-o entrar em todos os dias.
Sem data, sem hora.
Ele embala o amor.
Precisa de colo, agasalho, alimento, carinho, entendimento, delicadeza, abraços.
O espírito do natal está presente todos os momentos, mas porque só nos damos conta uma vez por ano? Queria entender.
O amor precisa ser maior que o egoísmo, só então será realmente natal.
Lindo teu texto Luciano, amei!
Tão bonito que divaguei.

Fernanda.

Ana Kalil disse...

Eh...podemos e devemos ser assim o ano todo, a vida inteira!
Bonitos versos!

Bjos

Valéria Sorohan disse...

Que bom seria se esse clima de natal prevalecesse todos os dias.
Sua visita me honrou.

BeijooO e fique na paz.